A inconstitucionalidade da tutela penal dos direitos autorais

Você pode gostar...

2 Resultados

  1. Claudio disse:

    Acho que devemos pensar bem e discutir não só com internautas sobre a lei mas com outras pessoas que podem ser afetadas indiretamente por esse grande meio de comunicação. O acesso a internet deveria ser muito bem protegido pelo provedor de serviços que deveria ser responsável pelos seus dados.
    O internauta deveria ter o direito de saber o endereço físico do computador a que ele está se conectando, como também o endereço IP fixo desse servidor ou provedor contratato por ele para fornecer o serviço de acesso a internet.
    As páginas criadas pelos internautas deveriam ter endereço virtual e um registro físico desse endereço como por exemplo em cartório ou algum estabelecimento próprio criado para tal. Isso evitaria que fossem criados perfis falsos estes usados principalmente por criminosos( com pedófilos, falsos perfis para prejudicar outras pessoas,etc). Esse endereço seria conferido pelo provedor de serviços como o Google que receberia desses cartórios semanalmente ou diariamente as URLs dos endereços que fossem verdadeiros podendo assim serem eliminados os que fossem falsos, os provedores não teriam o acesso aos nomes dos donos, podendo esses colocarem os nomes que quisessem mas receberiam as URLs verdadeiras sendo assim eliminadas as falsas visto que o nome verdadeiro dos donos ja seriam registrados em cartórios ou um outro local criado apenas para esse fim. Isso diminuiria muito os perfis falsos e os pedófilos, e outros crimes cometidos na rede.

  2. Pedro Henrique F. Gonzalez disse:

    Leia o excelente artigo sobre o assunto: “O problema da censura na internet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *